Prazer, masturbação feminina.

Se você já faz parte da comunidade da Feel, você sabe que a masturbação é mais que bem-vinda, e necessária no processo de autoconhecimento do nosso corpo. Mas também sabemos que assumir abertamente que se “masturba, sim (e qual é o problema disso!?) e tá tudo maravilhoso” ainda é um tabu muito associado à masculinidade. Estamos conversando muito mais sobre o assunto e essa conversa é fundamental para normalizarmos a masturbação para todas nós.

O tabu que envolve o tema não está ligado à nossa geração e nem muito menos às nossas mães e avós. A repressão ao feminino e a restrição à nossa sexualidade data de alguns séculos atrás e colocou a mulher em um papel meramente de procriação. Com isso, demoramos muito para conhecer as particularidades do nosso corpo e prazer. 

Hoje, nós sabemos que não só precisamos como devemos explorar o nosso auto prazer. Afinal, temos um órgão sexual com mais terminações do que o masculino e é o único órgão do corpo feito projetado para o prazer, o clitóris. Por isso, a masturbação feminina é para todas, necessária para o conhecimento da nossa sexualidade e até mesmo para a manutenção da nossa saúde e bem-estar.

Por isso, separamos algumas dicas que vão te ajudar a fazer as pazes com o assunto e aproveitar melhor o seu tempo consigo.

Comece Devagar

Imagina que você passou a vida inteira sem entrar em uma cozinha. Daí, você decide aprender a cozinhar. Sem dúvida, você vai estranhar os utensílios, vai exagerar nas dosagens, errar nas receitas… e tá tudo bem. Se masturbar é algo bem parecido. Não adianta achar que é encontrar um ponto, tocar lá e pronto. Você precisa ter paciência consigo mesma e respeitar os seus limites. Muitas das vezes, o seu começo será em frente ao espelho, se observando. Ou até mesmo em uma sessão de terapia.

Pratique mesmo

Voltando à metáfora da cozinha, não adianta assistir todos os programas culinários do canal X ou maratonar aquele canal do youtube da chef que você adora. Se você não for para o fogão cozinhar, nunca vai alcançar a tão sonhada receita. Quando falamos do nosso prazer precisamos explorar o nosso corpo estimulando o clitóris. Uma dica: coloque a manipulação do clitóris na sua rotina de autocuidado pois a prática, sim, leva a muitos orgasmos.

Vibrando na mesma Onda

A entrada da vagina é uma região que, ao estimularmos, nos conectamos com a parte invisível do clitóris. Por isso, dê atenção a essa parte do seu corpo. Você também pode trazer essa movimentação para pressionar a entrada da vagina enquanto usa um vibrador que também é uma ferramenta facilitadora e ótima aliada para o auto estímulo.

Molhadinhas S.A.

Nem sempre a lubrificação natural é suficiente para manter a umidade necessária durante o seu momento de auto prazer. E, para uma movimentação mais prazerosa, ter um lubrificante a postos será essencial. Dê preferência para produtos à base de água com uma composição natural.

Saiba mais sobre nossos produtos para você se conectar com sua sexualidade clicando aqui.